Diretrizes para a formação teológica: possibilidades para uma instituição no modelo Pentecostal

  • Eduardo Leandro Alves Centro Educacional da AD
Palavras-chave: Teologia, Formação, Currículo, Igreja

Resumo

O objetivo deste artigo visa abordar algumas perspectivas pedagógicas na formação teológica a partir de instituições vinculadas a igrejas evangélicas no Brasil, especialmente a perspectiva Pentecostal. O movimento Pentecostal iniciou sua proposta de formação teológica formal, via Seminários Teológicos, cerca de 50 nos depois da fundação das primeiras igrejas, com a chegada dos Missionários Americanos após a Segunda Guerra Mundial, sendo os mais conhecidos o Instituto Bíblico Pentecostal (IBP), fundado por Lourenço Olson, no Rio de Janeiro e o Instituto Bíblico das Assembleias de Deus em Pindamonhangaba (IBAD), fundado por João Kolenda. No entanto, sempre houve o costume de realização de Escolas Bíblicas de Obreiros (algumas em Belém do Pará tinham a duração de 30 dias consecutivos), onde líderes vindos de diversas partes do Brasil eram instruídos sobre as bases da fé e do exercício Pastoral. Após o centenário da AD no Brasil em 2011, a AD na Paraíba caminha para o seu centenário em 2018. É um momento de transição, mas também uma transição de momento, onde um mundo novo demanda novas respostas. Busca-se compreender o contexto atual da sociedade e a relevância dos métodos utilizados pelas instituições de formação teológica confessional, propondo novas diretrizes. Percorre-se esse caminho utilizando-se como método a pesquisa comparativa com a histórica, a fim de identificar as semelhanças e as diferenças entre os casos em questão. Como resultado propôs-se a criação do Centro de Estudos Teológicos da AD na Paraíba, com vistas a manter um processo reflexivo e trabalhar na capacitação/formação de sua membresia e liderança, assim como a realização de eventos teológicos e a produção de livros-textos para a formação de sua liderança.

Biografia do Autor

Eduardo Leandro Alves, Centro Educacional da AD

Mestre em Teologia e Doutorando em Teologia Prática (Bolsista CAPES) pela Escola Superior de Teologia – Faculdades  EST (São Leopoldo, RS). Pós-graduado em Gestão Educacional pela Universidade Gama Filho (UGF) e Graduado em Teologia pela FTSA. Teólogo e professor na área de Ética, Religiosidade Popular e Teologia do AT e NT. Diretor do Centro Educacional da AD na Paraíba. Secretário executivo da SEMAD-PB. E-mail: eduleandroalves@hotmail.com.

Publicado
2017-10-05
Seção
Artigos