Da expectativa escatológica ao presente assumido? Mudanças na compreensão escatológica assembleiana

  • Paulo André Ribas Corrêa Faculdade Refidim
Palavras-chave: Escatologia, Assembleia de Deus, Pentecostalismo

Resumo

A escatologia assembleiana passa por um momento de irrelevância em seu significado. A dinâmica dentro das comunidades assembleianas demonstra a verdade de tal enunciado. Uma das possíveis interpretações para tal fato é que há um novo modo assembleiano de ser pentecostal, isto é, uma nova configuração identitária das igrejas assembleianas. Mas por que isso acontece? Uma das respostas possíveis pauta-se na existência de elementos que impulsionam este novo modo de ser, entre os quais está a influência de outras matrizes teológica. O que resulta, entre outras coisas, no fato de que a escatologia deixa de ser elemento orientador das condutas de vida dos assembleianos. Por conta disso, faz-se urgente o questionamento se a escatologia assembleiana tornou-se conformação presentista.

Biografia do Autor

Paulo André Ribas Corrêa, Faculdade Refidim

Graduado em Teologia pela Faculdade Refidim. Pós-graduando em Teologia do Antigo Testamento pela
Faculdade Unida de Vitória. Licenciando em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
Integrante do corpo técnico de pesquisa da Faculdade Refidim. E-mail: pauloandreribascorrea@gmail.com.

Publicado
2017-10-05
Seção
Artigos